Instituto de Psicanálise

A Sociedade Brasileira de Psicanálise de Minas Gerais – SBPMG – entende que é um compromisso fundamental o esclarecimento aos profissionais, pertencentes ou interessados na área da saúde mental, sobre quem somos, que atividades desenvolvemos e que recursos do campo de conhecimento da psicanálise podemos colocar ao seu alcance.

A SBPMG, fundada em 1993 como Núcleo Psicanalítico de Belo Horizonte – NPBH, oferece formação psicanalítica em Belo Horizonte, ministrada pelo seu Instituto de Psicanálise, seguindo os padrões da International Psychoanalytical Association (IPA), através de seu próprio corpo docente e do convite a outros colegas de Sociedades irmãs, para ministrar seminários.

A International Psychoanalytical Association – IPA, com sede em Londres, foi fundada pelo próprio criador da Psicanálise, Sigmund Freud, em 1910, juntamente com o primeiro grupo de estudiosos interessados no conhecimento deste método de investigação dos processos mentais.

Freud patrocinou a criação dessa associação internacional com o objetivo de integrar as sociedades psicanalíticas então existentes, normatizar a formação de futuros analistas e evitar distorções e descaminhos na psicanálise, com a expansão de sua prática.

Esta associação, a IPA, é o organismo que coordena todo o movimento psicanalítico mundial de seus membros filiados, contando com várias Sociedades componentes, Grupos de Estudo e Núcleos, que são os embriões de novas Sociedades, situados em mais de trinta países com cerca de vinte mil associados.

Os objetivos da IPA são, em âmbito mundial, o estímulo ao desenvolvimento e expansão do conhecimento psicanalítico, além de cuidar da qualidade dos padrões básicos para a formação de novos analistas.

No Brasil, é a Federação Brasileira de Psicanálise – FEBRAPSI, fundada em 1967, o órgão responsável pela congregação das Sociedades e Grupos de Estudos sediados em nosso país e filiados à IPA, da qual nossa Sociedade faz parte.

 

Informações sobre a Formação Psicanalítica na SBPMG

A formação psicanalítica da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Minas Gerais – SBPMG – segue os padrões da International Psychoanalytical Association – IPA – e exige preparação, estudos e prática clínica supervisionada, antes que um candidato possa ser considerado “psicanalista”. Os candidatos à formação precisam preencher requisitos em termos éticos, psicológicos e profissionais para serem aceitos em uma nova turma. Exige-se que sejam graduados em Medicina ou Psicologia, e que já tenham experiência prévia de análise pessoal. Após processo seletivo, que consta, inclusive, de entrevistas com analistas didatas da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Minas Gerais, são admitidos no Instituto de Psicanálise (IP) da instituição.

A formação, propriamente dita, consiste em:

Análise Didática: com duração mínima de cinco anos e frequência de quatro vezes por semana, necessita ser iniciada um ano antes dos seminários teóricos.

Curso Teórico e Técnico: tem duração de quatro anos e é ministrado na forma de seminários teóricos, técnicos e clínicos, semanalmente. No presente momento vem sendo realizado às quintas-feiras à noite, e às sextas-feiras, no princípio da tarde. Entretanto o horário poderá ser remanejado, de acordo com as necessidades de cada turma.

Supervisões: consistem na análise de dois pacientes sob a supervisão de um analista didata, para cada caso. O candidato deverá realizar duas supervisões de oitenta horas cada. Os relatórios das mesmas serão encaminhados à Comissão de Ensino da SBPMG, composta por analistas docentes, para avaliação. O segundo relatório deverá ser apresentado a uma banca de docentes do Instituto.

Outros trabalhos: ao longo da formação o candidato deverá realizar dois trabalhos teóricos de tema psicanalítico, de sua livre escolha, além de dois trabalhos clínico-teóricos sobre um tema psicanalítico de seu interesse. O quarto trabalho deverá ser apresentado a uma banca de docentes do Instituto.

 

CRITÉRIOS FINAIS DE AVALIAÇÃO

Com o cumprimento dos requisitos exigidos e devidamente aprovados pela Comissão de Ensino da SBPMG, o nome do candidato é proposto em reunião do Corpo Docente do Instituto de Psicanálise da SBPMG, e depois de referendado pela Assembléia Geral, será nomeado “Psicanalista” e ingressará como Membro Associado da SBPMG, da FEBRAPSI (Federação Brasileira de Psicanálise), da FEPAL (Federação Psicanalítica da América Latina) e da IPA (International Psychoanalytical Association).

Conheça os procedimentos para inscrição no link Processo seletivo.